Brasil, 1 de dezembro de 2021

SIGA NOSSAS REDES

Trump cria imitação grosseira de Hugo Chavez, mas fracassa

Invasao capitolio

O problema do ex-presidente Venezuelano, Hugo Chavez, que se manteve no poder por 14 anos (entre 1999 até sua morte,20130, não é ter sido de esquerda, mas um ditador. O problema de Trump não é ser de direita, mas sua clara veia autoritária.

Chavez sustentou seu poder ancorado numa falsa democracia, onde ele controlava e manipulava as eleições. Trump sempre foi seu maior crítico. Mas agora, após a derrota eleitoral, Trump tentou usar os mesmos métodos de Chavez para se manter no poder.

Trump imitou chaves numa clássica tentativa de golpe. Primeiro tentou a via judicial, cujo sistema, na Venezuela, era controlado pelo chavismo, tentando paralisar a apuração e depois contestando os resultados, alegando fraudes, sem apontar qualquer evidência. Já perdeu 89 das 90 ações movidas na Justiça Americana.

Depois tentou mexer nos resultados, literalmente, ao pedir que os líderes de seus partidos nos estados chave, a exemplo da Geórgia, anulassem votos dados a Biden. A resposta que recebeu, dos próprios correligionários, foi um sonoro não.

Por fim, instigou apoiadores a invadir o Capitólio, o Congresso Americano, para paralisar a sessão de validação da vitória de Biden, numa ação tupiniquim e infantil que, claro, virou água diante da sólida democracia dos EUA e, de quebra, deixou um saldo de cinco mortes já confirmadas.

Trump perdeu democraticamente e isso precisa ser respeitado, assim como foi em sua apertada vitória há quatro anos. A fracassada tentativa de golpe apenas o diminuiu perante o mundo, mas serviu para refirmar a força das instituições.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
shutterstock_1198878751

Cinco canais do Insta com as mulheres mais gatas nas melhores poses

Você gosta de mulher bonita, mas está de saco cheio …

Poliana rocha

As maravilhosas musas dos sertanejos

Elas arrancam suspiros e cantadas nas redes sociais      …

Rolar para o topo