Uma tocante história de perdas e solidão

Kya, abandono, perdas e solidão

Chega ao Brasil o romance de Délia Owens

Um ano em primeiro lugar em vendas nos nos EUA

Kya tem apenas 6 anos de idade quando sua mãe abandona o lar, fugindo do marido violento e de uma vida miserável nos brejos da Carolina do Norte. A tristeza toma conta da menina, que se apega aos irmãos para enfrentar a dor da perda prematura.

Mas o drama de Kya só estava começando. Seus irmão fogem, um a um, e, por fim , o pai também a abandona, deixando Kya isolada no casebre que habitavam no meio do pântano.

Os ensinamentos da mãe, na cozinha e na pesca, salvam Kya da fome. Mas, apesar de alguns poucos amigos, ela acaba condenada ao isolamento, vítima do preconceito dos habitantes da cidade vizinha.

Um amor que cruza seu caminho e a descoberta da paixão pela literatura dão um sopro de vida aos dias da “Menina do Brejo”. E o assassinato do jovem mais popular da região empresta suspense e angústia a uma existência marcada pela perda, pela dor, pela solidão e pela busca tímida por migalhas de felicidade.

Délia Owens: do mundo acadêmico para o estrelato na literatura em um livro

O romance de estreia de Délia Owens, uma acadêmica estudiosa da fauna e flora dos brejos americanos, já está há mais de um ano em primeiro lugar na lista dos mais vendidos do New York Timescom mais de 2 milhões de livros vendidos apenas nos Estados Unidos e agora é lançado no Brasil pela Intrínseca.

Uma leitura fácil e dramática, tocante acima de tudo. Numa história simples, mas recheada de temas complexos como o preconceito, a amizade e a violência.

Difícil não gostar.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Poliana rocha

As maravilhosas musas dos sertanejos

Elas arrancam suspiros e cantadas nas redes sociais      …

Ekaterina: sem medo de ousar

O destaque do Brasileirão vem da Rússia

As ousadas fotos da namorada do maior reforço do Palmeiras …

Rolar para o topo